quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Call of Cthulhu – O início da jornada no Dragões dos Reinos


Olá pessoal! Bem, até a presente data o Dragões dos Reinos apresentava postagens relacionadas apenas com cenários/sistemas de Fantasia Medieval, como podem ser vistas nas traduções de monstros e nos reportes de sessões da minha mesa ambientada em Forgotten Realms no sistema D&D 3.5. Mas há alguns dias, eu e meus amigos Daniel e Mariano, decidimos jogar algo diferente. Pensei então que podíamos nos aventurar por um cenário/sistema pouco conhecido e difundido no Brasil (principalmente devido à falta de material traduzido), pois que tal experimentar Call of Cthulhu?
Call of Cthulhu é um RPG baseado nos contos de horror escritos por H. P. Lovecraft. Ele apresenta um sistema de jogo e uma ambientação totalmente próprios. Neste cenário pessoas normais, como eu ou você, que estudam, trabalham, viajam a negócios ou mesmo não fazem nada, entram em contato com criaturas vindas de outras galáxias ou mesmo criaturas sobrenaturais que habitam o nosso planeta há muito tempo, desde antes das primeiras civilizações humanas darem os primeiros passos rumo ao progresso.
Call of Cthulhu é um jogo de suspense, mistério, agonia e medo. O horror está presente sempre. E os jogadores interpretando os seus personagens, chamados no jogo pelo termo de investigadores, tentam dar um fim a estes seres, mas isso não sai de graça para eles. O que mais chama, para mim pelo menos, a atenção no jogo é a monstruosidade das criaturas, chamadas de mitos de Cthulhu, as quais quando são vistas por uma pessoa causam distúrbios emocionais e psicológicos na pessoa, a qual perde sanidade. A sanidade e a insanidade moram ao lado neste jogo e a aleatoriedade da jogada de dados pode determinar se o seu personagem terá uma vida normal, com algum medo é claro, ou se terá que se internar em um sanatório, passivo de medicações e consultas médicas, para que se recupere de seu estado mental deficiente.
Call of Cthulhu é tudo isso é muito mais. É um jogo que eu recomendo para pessoas que desejam se divertir com uma aventura investigativa e rodeada de mistério e horror.
É isso aí pessoal. Irei postar depois as regras básicas para você começar a jogar Call of Cthulhu e um FastPlay com uma aventura. Esta aventura foi a mesma que joguei com meus amigos. Ainda irei postar o reporte da sessão especial, mas posso adiantar que éramos três professores Doutores da Universidade de Boston, Massachussets, em 1920, e como cavaleiro da sociedade de Boston peço desculpas por me estender tanto neste pequeno ensaio e deixo que você sinta à vontade.
Valeu!

Imagem do post: capa do Livro de Regras Básicas Edição 5.6 de 1999. Publicado pela Editora Chaosium.

2 comentários:

Leandro R. Fernandes disse...

Lourival, em 2005 a Chaosium lançou a sexta edição de Call of Cthulhu. Não há grandes mudanças além da adoção de um layout semelhante ao da edição alemã do jogo.

Lourival Dias - LDrow disse...

Valeu pelo esclarecimento, Leandro. Abraço!

Seja um Colaborador

Olá! Você também poderá ser um colaborador do Blog Dragões dos Reinos. Você poderá publicar seu artigo, conto, reporte de sessão, tradução ou qualquer coisa relacionado a RPG, com os devidos créditos no blog. Basta mandar um e-mail para

lourivaldias@gmail.com

com o que você quer que seja publicado e entraremos em contato quando seu artigo for publicado. É isso aí! Até mais!

Porque Dragões?

Dragões são tidos como as mais poderosas criaturas mundanas existentes no imaginário das pessoas. O seu poder e a aparente imortalidade desperta a imaginação de todos. São por esses motivos que nada como um dragão para representar todos os mundos de fantasia medieval e nos remeter à idéia de temor destes poderosos seres.

Procurar posts

Banner Dragões dos Reinos

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

Últimos Comentários


 

Design by Amanda @ Blogger Buster